Amigas que acompanham o meu "Cantinho de Alegria"

quarta-feira, 27 de julho de 2011

"Agradecimento Á Deus e ao meu Filho Lucas"

Boa Noite!!!




Resolvi passar por aqui hoje, para dividir com vocês, uma grande "aflição", e também uma enorme "emoção", que enfrentei ontem à noite. Pensei que fosse morrer de tanto susto e depois fiquei aflita com a realidade do acontecimento e me senti um pequeno "grão de areia".



Ao chegar do trabalho, os meus "filhos", ou melhor dizendo "os meus tesouros", pediram para descer e brincar de bola na quadra do nosso prédio. Tentei resistir, mas insistiram muito e prometeram ficar juntos até a hora de subir.


Como tinha que fazer o Jantar e cuidar de alguns deveres de casa, deixei descerem, e fiquei de olho pela janela (9. andar).....


Algum tempo depois, entre idas e vindas, fui terminar os afazeres, e qdo estava voltando para a janela, eles chegaram em casa molhados, dizendo que o mais novo havia caido na piscina. Fiquei em estado de choque, e sem conseguir ouví-los, a minha 1. reação foi de brigar com os dois.... O mais velho (Lucas), por não ter olhado o mais novo (Davi), e o mais novo por ter ultrapassado o portão da área de lazer. Td porque pensei que poderia ter perdido o meu filho em instantes, e nem ter visto.... Culpa minha....



Só após algum tempo caí na realidade e pude ouvir a história, para perceber que eles estavam comigo, o que mais me importava naquele momento... E depois saber que após um amiguinho empurrá-lo por estar olhando a bola que havia caido na piscina, uma outra menina (um anjo de deus) chamou o LUCAS (meu herói), e foi ele quem pulou na piscina e salvou o irmão sem pensar em nada.


Fiqeu muito mal...... Eu não poderia ter brigado com eles.... Deveria tê-los escutado e abraçado logo de imediato.... Mais culpa senti.....


Pedi perdão , fiquei com eles, mas ainda não consegui me perdoar.... Estou me sentindo menor que um "grão de areia". Pensei: "Amo tanto os meus filhos - não poderia ter brigado para depois ouví-los".


Andei a noite inteira pela casa , chorei muito.... Agradeci à Deus o tempo inteiro por estarem vivos e serem meus "FILHOS".


Pensava somente no susto que passaram, e na reação imediata que eu tive. Não fiz o correto. Não sou uma boa mãe.


O que eu faço??? Me culpo o tempo inteiro.... O que eu faço???


Meu filho disse que eu naõ sou culpada, que entende a minha reação e que sou uma ótima mãe, mas no momento eu não me sinto assim....



OBRIGADA FILHO PELO CARINHO QUE TENS POR MIM!!!! OBRIGADA POR SER MEU FILHO!!!! OBRIGADA POR SER O MEU PEQUENO E GRANDE HERÓI!!!!



OBRIGADA MEU DEUS POR MAIS UM MILAGRE!!!!





Agradeço também por poder me desabafar neste espaço ... Eu estava precisando....

5 comentários:

  1. Oie Regina!!!


    Que bom a gente se rever... caramba! Qto tempo!

    Amiga, vou falar como mãe que tbm sou, e protegi mto a minha cria.
    Talvez por ser filho único, tenho esse xamego até hoje.

    Mas, entendo perfeitamente a sua preocupação, contudo, acho que eles precisam de um pouquinho de independência.
    Deixa ver se eu me faço entender!

    Eu sei que é preciso os cuidados, tasi como:
    Não ficar em piscina que não seja apropriada para a idade.
    Atravessar a rua sozinhos, e por aí vai!

    Mas, é necessário entender, que eles são meninos, adoram liberdade, e precisam dela para se auto afirmar. Meu filho tbm precisou ser idependente e eu fiz isso, mesmo que achasse que ele sofreria.

    Engano meu!

    Eles aprendem, pq é a natureza!

    Nós damos a vida, mas, quem os ensina a viver nela são seus instintos. Se o protergermos demais, não saberão ao certo o que fazerem. Terão a incerteza ao lado, entende?

    Eu sei que vc se culpa, mas, tá errado!
    Vc é excelente mãe, e tenta compensá-los pq causa da ausência de trabalho, para que eles não sintam frio, nem dor, nem nada.

    Só que eu aprendi que eles precisam sentir. É como se assim, ativasse neles o despertar de instintos.

    Deus dá isso a todos nós. Uns usam, outros não!
    Dê a eles um pouco mais de independência, e vc vai ver que eles vão saber direitinho como agir, assim como agiram agora!

    Eu acho que eles fizeram certo!

    Mas, como ser mãe, é algo além do entendimento humano... hahahahahahahahaaha... vc foi lá e agiu como tal.

    Não se culpe Regina!

    Só escute eles primeiro, antes de dar a bronca! hehehehehehehehe....

    Essa é a minah opinião!

    Um beijo enorme, minha querida!
    Vc é uma mãe excelente, saiba disto!

    ResponderExcluir
  2. Oi Regina
    Imagino o susto que você passou ,mas não podemos ficar com a cria o tempo todo embaixo das asas, precisamos lhes dar liberdade para poder crescer e acreditar que Deus irá portege-los.
    Não se sinta culpada.
    Uma bom final de semana
    bjs
    Mary Nilva

    ResponderExcluir
  3. Olá minha amiga querida, TENTAREI comentar pois o Blogger está "me deiixando maluca" - não consigo nem postar...

    Somos mães sim, mas tb humanas e às vezes erramos... Se vc acha q errou naquela hora e já pediu perdão PRONTO, não se martirize. Eu tb sou assim, às vezes brigo primeiro p depois perguntar...rrrrssss
    O MAIS IMPORTANTE disso tudo é que eles estão BEM, e é o q REALMENTE importa. Fique em PAZ!!!

    BEIJOOOOSSS c SAUDADES
    BEL.

    ResponderExcluir
  4. Menina que loucura em!!
    Mais que bom que deu tudo certo..
    Seu pimpolhos são lindos..
    Beijokas..

    ResponderExcluir
  5. Olá Regina, tudo bem agora, né.

    Nós que somos mães, sempre nos culpamos de alguma coisa, mais é que
    diante de tal fato a gente perde a
    noção. Graças a Deus o seu filho está com voce, e nada demais aconteceu, mais na hora é difícil, eu
    sei.

    O importante é que Deus te entende,
    tenha certeza, as vezes erramos, isso é normal, o susto tira a gente do sério.

    um beijo carinhoso em todos

    Regina Célia

    ResponderExcluir

Olá!
Obrigada pela visita e pelo carinho.
É com grande satisfação que recebo todos os recadinhos e respondo assim que consigo.
Vocês são resposáveis por eu estar com esse Espaço, que descubro e me encanto a cada dia.

Abraços e voltem sempre!!!! Ficarei aguardando, ok??

Regina